Diferença entre códigos de barras EAN-13 e UPC-A

Os códigos de barras UPC-A são basicamente um subconjunto dos códigos de barras EAN-13. Se o primeiro dígito no número EAN-13 for ‘0’, então as barras serão de EAN-13 e o UPC-A (sem o ‘0’ inicial) serão idênticas. O deslocamento dos números legíveis, por humanos abaixo, difere entre os códigos de barras UPC-A e EAN-13, no entanto, esta é a maior diferença. Ambos os códigos de barras podem ser lidos pela maioria de dispositivos de leitura facilmente.

Difference EAN-13 and UPC-A

Quando você deve usar um EAN-13 em vez de um UPC-A?

Os códigos de barras no formato UPC-A são tradicionalmente usados nos EUA, enquanto os códigos de barras no formato EAN-13 têm sido usados no resto do mundo. Hoje em dia, a maioria das lojas em todo o mundo aceita códigos de barras em qualquer formato. No entanto, pode haver alguns sistemas mais antigos que aceitam apenas um ou outro. Isso significa que se o seu produto for destinado para venda nos EUA, os códigos de barras no formato UPC-A são os melhores; no entanto, se o seu produto for internacional ou vendido em um país diferente dos EUA, um código de barras EAN-13 é melhor.

Se você encontrar uma loja que tenha dificuldade em ler seu código de barras EAN-13 ou UPC-A, eles podem ignorar o ‘0’ inicial ou adicionar um ‘0’ inicial, dependendo do formato que o sistema preferir. Se isso for feito, o código de barras será lido exatamente da mesma forma que o formato oposto (já que as barras são idênticas de qualquer maneira) e ainda será globalmente exclusivo.

Os números UPC e EAN-13 podem ser adquiridos aqui . – Se você precisar de um código de barras no formato UPC-A, especifique-o na seção de informações adicionais ao finalizar a compra.

Por que isso ocorre?

A forma como um dígito é codificado em cada código de barras é de 7 blocos de branco ou preto que constituem cada dígito. – Um conjunto completo de dígitos 0-9 é chamado de paridade. – Os códigos de barras para retalhista têm no mínimo 2 paridades, uma para o lado esquerdo e outra para o direito. – Isso é feito para que possam ser lidos tano de baixo para cima e vice-versa, e mesmo assim os números apresentam-se de forma correcta.

Originalmente, o sistema UPC de 12 dígitos foi criado na década de 1970 por George Laurer. – estes funcionam com 2 paridades diferentes – uma paridade ímpar do lado esquerdo e uma paridade par do lado direito (cada um com 6 dígitos) – as paridades para estes podem ser vistas no anexo.

Mais tarde, um sistema EAN-13 de 13 dígitos foi introduzido como um superconjunto dos códigos de barras UPC. Foram deliberadamente projectados para serem usados em conjunto com códigos de barras UPC-A. E, portanto, empregou-se a paridade ímpar esquerda e a paridade par direita dos códigos de barras UPC, adicionando-se uma paridade (uma paridade par esquerda) que deveria ser usada numa seleção dos dígitos do lado esquerdo –

Os lados esquerdo e direito dos códigos de barras EAN-13 ainda estão divididos em 6 dígitos cada. Portanto, o dígito inicial determina qual combinação dos primeiros 6 dígitos usará a paridade par esquerda recém-criada. Portanto, em nenhum código de barras EAN-13 é o primeiro dígito codificado no código de barras, no entanto, ele determina a maneira como os outros dígitos são codificados.

– No caso de um ‘0’ inicial, como ocorre com nossos códigos de barras, o 0 determina que todos os 6 dígitos iniciais usarão a paridade ímpar à esquerda, o que significa que as barras têm a mesma aparência de um código de barras UPC sem o ‘0’ inicial – Como a versão UPC também usa apenas a paridade ímpar.

Como a leitura?

Como as barras reais são a única parte do código de barras que é digitalizado (ou seja, o scanner não está lendo os dígitos abaixo do código de barras), um código de barras EAN-13 com um ‘0’ na frente pode às vezes ser confundido pelos leitores como um Código de barras UPC sem o ‘0’ e vice-versa. Em grande parte, isso tem a ver com o que o scanner ou sistema de software espera ver. Freqüentemente, isso ocorre quando um código de barras que não está vinculado ao sistema é lido – O software não tem ponto de referência para qual formato o código de barras deve ter e, portanto, assume que é o formato UPC. Quando o número é adicionado pela primeira vez ao sistema no formato de 13 dígitos e vinculado ao produto no sistema (geralmente é assim que as lojas adicionam os códigos de barras com base nas informações fornecidas no formulário do comprador), ele tende a ser lido apropriadamente como um EAN Código de barras de formato 13.

Muito poucas lojas tiveram problemas com isso no passado. E quando ocorrem problemas, eles geralmente são resolvidos facilmente. Se por acaso um de seus clientes preferir código UPC-A, bastará retirar o “0” inicial e, assim não haverá problemas em ler-se os respectivos cógidos de barras.

 

Por favor contacte-nos caso necessitar de informações complementares acerda da questão.

Procure aqui códigos de barras para CD , DVDs , ISBN book barcodes e ISSN para revistas .